28
janeiro
2012
20:54

Água potável vaza de lençol freático e Sabesp proíbe consumo e incentiva o desperdício, denunciam moradores

Na altura do número 700 da rua Frei Caneca, há meses observamos o vazamento de água potável descendo a rua. Hoje resolvi conversar com moradores de um condomínio de onde sai a água.

Eles alegaram que a Sabesp proíbe o uso da água para não perder receita pelo consumo de seu produto. Fui informado que a água vaza de um lençol freático que vai até o Vale do Anhangabaú.

Gostaria de um posicionamento por parte da Sabesp. Estou inconformado de ver tanta água boa indo para o esgoto sem que ninguém consuma, em uma cidade onde a própria Sabesp gasta milhões com propaganda de incentivo contra o desperdício de água.

Reclamações e sugestões podem ser encaminhadas ao marcelo@blogdocury.com.br.

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Manutenção da Sabesp deixa 28 bairros em São Paulo sem água no fim de semana
  2. Obras da Sabesp deixam 85 mil sem água na Zona Oeste de SP
  3. Fornecimento de água será interrompido no Jabaquara
  4. Sabesp identifica mais de 12 mil fraudes na rede de abastecimento da Grande São Paulo
  5. Acúmulo de água expulsa usuários de ponto de ônibus