29
julho
2012
18:22

Bandeira gigante da rebelião síria é pendurada na Torre Eiffel

Militantes aproveitaram os andaimes da reforma da Torre Eiffel para pendurar a bandeira da rebelião síria.Militantes aproveitaram os andaimes da reforma da Torre Eiffel para pendurar a bandeira da rebelião síria.
REUTERS/John Schults

Uma bandeira gigante da rebelião síria foi pendurada nessa sexta-feira na Torre Eiffel. O protesto foi organizado por uma associação humanitária francesa para chamar a atenção sobre a situação política do país. Militantes foram presos logo após a manifestação. 

Os membros da associação França Síria Democracia aproveitaram a reforma que está sendo realizada atualmente no principal monumento parisiense para pendurar a bandeira gigante no primeiro andar da torre. Dois militantes, filhos do general sírio Akil Hashem, que vive nos Estados Unidos, escalaram os andaimes para instalar a bandeira que, de longe, parecia estar ensanguentada.

Uma faixa também foi instalada aos pés do monumento, na qual o grupo denunciava “21 mil mortos, 65 mil desaparecidos, dois milhões de refugiados” na Síria. Segundo os membros do grupo, a Torre Eiffel foi escolhida por ser “um símbolo da França, onde há muitos turistas, para chamar a atenção do mundo inteiro do que está acontecendo no território sírio”. Os visitantes, que assistiam a cena, aplaudiram o protesto.”A comunidade internacional, por sua falta de ação, é cúmplice de Bashar al-Assad. É hora de agir”, disse Ismaël Hashem, um dos escaladores. Os dois militantes foram presos logo que desceram da torre.

A bandeira pendurada é a mesma adotada pela Síria em 1946, após a independência do país, mas que foi substituída pelo regime de Damasco em 1980.

Fonte: RFI

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Internos de unidade da Fundação Casa fazem rebelião em SP

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *