04
abril
2011
21:18

Blog do Cury participa do primeiro debate promovido pelo IPEM-SP

 

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo, autarquia ligada a Secretaria da Justiça e da Defesa do Consumidor, realizou nesta segunda-feira, 4 de abril, no prédio da sede, o primeiro Debatipem. Com o tema Avanços e Desafios na Defesa do Consumidor, o evento foi mediado pelo superintendente, Fabiano Marques de Paula, e teve como debatedores o secretário-adjunto da Justiça e Defesa da Cidadania, Luís Daniel Pereira Cintra e o jornalista Marcelo Cury, especializado em defesa do consumidor.

“Hoje damos início a um projeto que temos acalentado nos últimos meses. É uma honra receber o Dr. Luis Daniel e o jornalista Marcelo Cury para dialogar e mantermos um importante momento de reflexão sobre conceitos que permeiam nossas atividades e repensar nossa inserção na sociedade como servidores públicos”, explicou Marques de Paula na abertura do evento.

Marcelo Cury relatou sua experiência ao longo de 11 anos na Jovem Pan, na área de trânsito e a criação do seu blog, que teve origem na própria emissora de rádio com a proposta de inserir cada jornalista nesse meio de comunicação para ampliar o contato com os ouvintes dentro da sua área de atuação. O jornalista disse também que “a população bem informada saberá questionar e argumentar com os comerciantes e fabricantes de produtos, servindo de apoio aos órgãos de fiscalização. Temos que fazer valer os nossos direitos, para sermos respeitados como cidadãos. O blog tem exercido a função de mediador, um espaço aberto para todos”.

O secretário-adjunto Luís Daniel Pereira Cintra, relembrou seu pioneirismo na defesa do consumidor, dentro da Promotoria de Justiça do Consumidor e traçou um panorama econômico do país, que tem ampliado o consumo de bens e serviços. O promotor citou casos com os quais se deparou no Ministério Público e rememorou seu primeiro contato com o Ipem, na década de 80. “Quando entrei nessa área, fiquei fascinado. Fui um promotor ‘chato’, que investigava mesmo. Comprava produtos, experimentava e ficava atento às propagandas enganosas. Atualmente o que falta é a sociedade se organizar para se proteger, como ocorre na Europa e Estados Unidos”, explicou o secretário-adjunto.

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Caixa Econômica Federal esclarece reclamação do Blog do Cury
  2. Superintendente do Ipem-SP participa de lançamento de programa de avaliação de carros novos
  3. Leroy Merlin esclarece reclamação do blog
  4. Ipem-SP reprova 15 lotes de produtos de alvenaria analisados no primeiro dia da “Operação João-de-barro”
  5. No primeiro dia da “Operação Alô Doutor”, Ipem-SP reprova 16 lotes de material hospitalar

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *