18
setembro
2010
12:59

Com nova unidade, Polícia Civil também se prepara para Copa 2014

Assim como a Polícia Militar, a Polícia Civil paulista também vem se preparando para garantir a segurança durante a Copa do Mundo de 2014. Com a criação do Grupo de Repressão e Análise aos Delitos de Intolerância Esportiva (Grade), a polícia dá um grande passo na direção de investigar os crimes de intolerância no esporte, especialmente o futebol.

O Grade foi criado no dia 6 de agosto, e é subordinado à Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A delegada titular do Decradi, Margarette Correa Barreto Gracia, ressalta que a polícia já tinha um trabalho direcionado para o esporte antes do Grade, e que esse trabalho conseguiu diminuir drasticamente o número de ocorrências nos estádios.

Com a criação do Grade, a polícia usará o trabalho – que poderá ser infiltrado – de investigadores que serão treinados para realizar uma abordagem adequada aos crimes relacionados ao esporte.

Para auxiliar esse trabalho de investigação, o Grade fará uso de um banco de dados de torcedores membros de torcidas organizadas de São Paulo, para eventual reconhecimento dos infratores em casos de intolerância.

E a ação do Grade vai muito além das torcidas organizadas. Segundo a delegada Margarette Gracia, “o grupo investigará todos os crimes de intolerância no esporte, praticados não só por torcedores, mas também por dirigentes, jogadores e até árbitros”.

Para a Copa do Mundo de 2014, a polícia espera aumentar o efetivo do grupo. O Grade também pretende realizar um trabalho de monitoramento de torcedores estrangeiros que estejam proibidos de assistirem jogos na Europa, para que eles também não assistam aos jogos da Copa em São Paulo.

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Ouvidoria da Polícia tem novos conselheiros

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *