02
dezembro
2010
14:23

Concerto de Natal com música italiana na avenida Paulista

Segunda apresentação dos Concertos de Natal PanAmericano é marcada pela apresentação dos Três Tenores Brasileiros. 

São Paulo, 2 de dezembro – A segunda apresentação dos Concertos de Natal PanAmericano será marcada por muita música italiana e clássica. A apresentação contará com a participação dos Três Tenores Brasileiros, formado por Nino Valsani, Armando Valsani e Francisco Romanelli, a semelhança do trio original (José Carreras, Plácido Domingo e Lucciano Pavarotti). Os Três Tenores Brasileiros irão interpretar músicas famosas como “Funiculi, Funicula”, “Volare”, “Granada” e “Con te Partiró”.  

O concerto terá também a participação das sopranos Edna e Ednéia D´Oliveira, além da Orquestra Violino Shows com regência do Maestro Valentin Bianchini. Completam o repertório canções como “Libertando”, “Adios Nonino”, “O Mio Babbino Caro”, “Panis Angelicus”, “La Traviata”, “Nessum Dorma”, “Amigos para Siempre”; além de clássicos da MPB como “Aquarela do Brasil” e sucessos natalinos como “Alegria de Natal”.  

O evento é promovido pelo Banco PanAmericano (do Grupo Silvio Santos) e acontece todas as sextas-feiras, de 26/11 a 24/12, ao meio-dia (12 horas), na Av. Paulista, 2240, esquina com a Rua Haddock Lobo. A programação inclui ainda um Concerto extra no dia 17/12, às 19h. A instituição construiu uma concha acústica em sua sede voltada para a avenida especialmente para o evento. 

A coordenação musical e a regência ficam a cargo do maestro, Renato Misiuk. “O clima de Natal já está tomando conta da cidade com as decorações natalinas, mas o clima não está completo sem música. E nem sempre a correria diária deixa espaço para a apreciação de uma boa música, ainda mais a clássica. Os concertos são uma ótima oportunidade para audição e em um lugar privilegiado: a Av. Paulista”, afirma. “Os concertos já viraram tradição na Av. Paulista. Para a ocasião, selecionamos cantores e grupos líricos renomados e preparamos um programa eclético, tendo como base as músicas natalinas, além de trechos de óperas e outras peças clássicas, mas com espaço para canções brasileiras, standards americanos, temas de filmes e musicais”, explica o maestro.

As apresentações, com cerca de 1 hora de duração, contam com a participação de solistas e outros grupos musicais, chegando a reunir mais de 20 artistas. Os próximos concertos contarão ainda com a participação de Jorge Durian e Orquestra Monte Carlo; Giovanna Maira; Beatriz de Luca; Adriana Clis; Bia Morais; La Femme Musik Quinteto; Marlei Santos; Rubens Medina; Maestro Hugo Ksenhuk; Rinaldo Viana; Vanessa Jackson, além de uma grande apresentação do Quarteto de Trombones de São Paulo. 

AS ATRAÇÕES 

Allegro Coral e Orquestra – Nos seus 13 anos de existência trazendo aos palcos concertos sob a direção do Maestro Renato Misiuk, com 6 CDs gravados durante a carreira, já acompanhou diversos artistas renomados como Jair Rodrigues, Tom Zé, Agnaldo Rayol e Toni Garrido e fez diversas apresentações, entre elas, a recepção do rei da Suécia, Carl Gustaf e sua esposa, na Igreja Escandinava em São Paulo e também realizou uma audição especial no mês de setembro desse ano ao Príncipe da Dinamarca com o coral e orquestra Além disso, no ano passado foi a orquestra apresentou a premiação do Prêmio Bravo Prime de Cultura na Sala São Paulo. Na área social, o Allegro tem proposta de apoiar projetos através da musica erudita, e realizou este ano trabalhos com o Instituto Cidadania Brasil, Afavitam, Fundação Dorina Nowill, participou da Premiação do Concurso “Causos do ECA” (Estatuto da Criança e do Adolecente). Este ano fez parte de projetos do Instituto Acorde, que tem objetivo de oferecer bolsas de estudo e formar músicos de orquestra que não tenham  acesso a aulas de instrumento. 

Maestro Renato Misiuk – De família formada por músicos, é o fundador do Allegro Coral e Orquestra. Integrou a Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo por 16 anos como instrumentista, e em 1994 e 1998, recebeu o Prêmio Jovens Solistas da OSESP, na qualidade de trompetista. Bacharelou-se em Regência, após experiência como instrumentista em diversas orquestras do Brasil, dedicando-se desde então ao trabalho de música coral para concertos e cerimônias. Renato promove pelo 12° ano consecutivo a série de Concertos “Musica na Paulista” promovido pelo Banco PanAmericano. Dirigiu o Allegro Coral e Orquestra em show com Toni Garrido em evento de Estatuto da Criança e do Adolecente na Sala São Paulo, mesmo local em que acompanhou Tom Zé, Jair Rodrigues e Andrea Dias durante o Prêmio Bravo Prime de Cultura 2009. Também realizou Concerto ao lado do Maestro João Carlos Martins em homenagem ao bicentenário de Luis Braile, dentro da programação do ano da França no Brasil. 

Os Três Tenores Brasileiros – Inspirados no trio Lucciano Pavarocci, Plácido Domingo e José Carreras, Nino Valsani, Armando Valsani e Francisco Romanelli formaram “Os Três Tenores Brasileiros”. Juntos, eles se apresentam em todo o Brasil, divulgando a música italiana. No currículo, mais de 10 anos de estrada, centenas de concertos, setes CDs e um recorde: mais de 7 mil interpretações da composição “Ave Maria”, de Gounod. 

Edna D’Oliveira – Tem se destacado como uma das mais importantes sopranos de sua geração. Dona de um timbre doce e cristalino, a cantora já se apresentou com sucesso em produções como as de Orfeo de Eurydice (Glück), La Bohème e Gianni Schicchi (Puccini), L’Elisir d’Amore (Donizetti) e Porgy & Bess (Gershwin). Na Inglaterra participou de Master Class e festivais com a cantora Barbara Bonney, Opera Performance com os maestros Alex Imgram e Lionel Friend da English National Opera e Canto com Joy Mammon da Royal Academy of London. No Brasil, é aluna do renomado barítono Carmo Barbosa. Em 2005 e 2006 participou do musical “O Fantasma da Ópera”, além de concertos no Brasil e em Genebra (Suíça). Em 2007, reprisou sua participação na montagem de “Il Capello di Palha di firenze” e realizou vários concertos pelo Brasil como solista. Em 2008, Edna recebeu ótimas críticas por seu trabalho em “Porgy and Bess” como Bess, Laureta em “Gianni Schcchi” ambas no Teatro São Pedro, Echo em “Ariadne auf Naxos” no Teatro Municipal de São Paulo e no XI Festival Amazonas de Ópera, e como Adele em “Die Fliedermaus” no Festival Internacional de Ópera do Pará. Em 2009 se dedica à gravações de Cd’s de Lieder e a Sinfonia “Floresta do Amazonas” de Heitor Villa – Lobos com a Sinfônica do Estado de Minas. A soprano acaba de voltar de temporada na Alemanha e já embarcou para apresentações no Chile.  Entre os prêmios recebidos, destaca-se o do 3.º Concurso Nacional de Canto da Funarte, Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica do estado de São Paulo e o Concurso Maria Callas.

Edinéia D’Oliveira – Iniciou os estudos no Conservatório de Música da Universidade Federal de Minas Gerais e na Fundação Clóvis Salgado. Bolsista da Fundação Vitae, foi aprovada no Coro Lírico do Theatro Municipal de São Paulo. É bacharel em Canto pela Unesp. Estreou como solista aos 18 anos no Concerto dos Cinco Continentes em Seul, Coréia do Sul. Foi vencedora de concursos nacionais como Maria Callas, Jovens Solistas da Osesp, III Concurso Nacional de Canto FUNARTE e Concurso Nacional de Música Brasileira Francisco Mignone. Atuou na montagem de várias óperas, cantando os papéis de Lola (Cavaleria rusticana), La Frugola (Il Tabarro), La Zelztrice (Suor Angélica), A Sacerdotisa (Aida), M. Larina (Eugene Onieguin), Bianca (A Violação de Lucrecia), Giovanna (Rigolleto), Dido (Dido e Enéas), Laura (La Gioconda), Dalila (Sansão e Dalila), Jocasta (Oedipus Rex) e outras, como Le Noces de Stravinsky e Pedro Malazarte. A cantora tem em seu repertório obras sinfônicas e camerísticas de Verdi, Brahms, Mozart, Händel, Purcel, Monteverdi e Bach. Foi aprovada em todas as suas mais recentes audições feitas nos teatros La Fenice e Alla Scala de Milão, Itália, e também na Royal Academy of Music em Londres. Gravou junto ao grupo Brasilessência três CDs de música colonial brasileira.

Orquestra Violino Shows – Fundado em 1999 pelos sócios Valentin Bianchini e Dinah Piotrowski, o grupo domina um vasto repertório que inclui obras de compositores eruditos e populares.

 

SERVIÇO 
CONCERTOS DE NATAL PANAMERICANO

QUANDO: Sextas, a partir de 26 de novembro até 24 de dezembro

               Sessão extra dia 17/12, às 19h

ONDE: Av. Paulista, 2240, esquina com a Rua Haddock Lobo (Metrô Consolação)

HORÁRIO: 12 horas (meio-dia)

DURAÇÃO: 60 minutos

GRÁTIS

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. CET Monitora Avenida Paulista para “Natal Iluminado 2010”
  2. CET interdita avenida Paulista para início da montagem de palco para o Réveillon na Paulista
  3. Árvores de Natal: Shopping Pátio Paulista
  4. Secretaria oferece vagas para “Orquestra Jovem”
  5. CET interdita parcialmente a Avenida Paulista para içamento de equipamentos hospitalares

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *