08
janeiro
2011
06:23

Em 2h, chove 28% do esperado para o mês no Aricanduva, diz Prefeitura

CGE retira cidade dos estados de alerta e atenção após temporal.
Houve queda de laje, veículos e pessoas ilhados e atos de vandalismo.

 

O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) informou que em apenas duas horas desta sexta-feira (7) choveu 67 mm na cabeceira do Aricanduva – localizada no córrego Oratório, na divisa entre os municípios de Mauá e São Paulo -, o que representa 28% do previsto para o mês.

saiba mais

O CGE encerrou por volta das 20h20 desta sexta-feira (7) todos os estados de alerta e atenção decretados por volta das 18h50 por causa da forte chuva que atingiu a capital paulista.

O Córrego Aricanduva transbordou, causando inundações em vários trechos. O Corpo de Bombeiros foi acionado para o resgate de pessoas e veículos ilhados e também para o desabamento de uma laje na Rua Antônio Prado. Duas pessoas ficaram feridas e uma morreu no acidente. Por causa das inundações, moradores do Jardim Sapopemba atearam fogo em um ônibus coletivo e em um caminhão.

A chuva forte complicou o trânsito na cidade. A Régis Bittencourt também registrou um ponto de alagamento, que bloqueou a faixa 2 e o acostamento no km 283,5 da pista sentido São Paulo da rodovia, na região de Embu.

CPTM
Segundo a CPTM, devido às fortes chuvas, a circulação de trens na Linha 10-Turquesa foi feita somente entre Luz e Santo André no início da noite. O serviço já foi normalizado.

Fonte G1

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. CET interdita pista lateral da Avenida Aricanduva para obras
  2. CET interdita parcialmente a avenida Aricanduva para corrida
  3. CET libera ao tráfego novo viaduto de acesso da Marginal do Tietê à avenida Aricanduva
  4. Prefeitura investe mais R$ 17 milhões para recapear 42 vias
  5. Marginal Tietê pode ter restrição a caminhões neste ano, diz secretário

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *