21
junho
2011
07:00

Em Marília, Ipem autua postos de combustíveis por irregularidades nas bombas

Nesta segunda-feira (20/6), equipes de fiscalização do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, reprovaram 15% das 279 bombas verificadas em postos de combustíveis durante “Operação SPC” (Supervisão de Postos de Combustíveis) na cidade de Marília. Foram visitados 23 postos, e cinco receberam autuação. 

Dentre as irregularidades encontradas estão a falta de lacre em dispositivo da bomba, que permite a manipulação do sistema e possível fraude, fazendo com que seja abastecido no tanque do veículo menos do que o consumidor enxerga no equipamento. O maior erro encontrado nos postos da cidade foi a falta de 160 ml de combustível a cada 20 litros abastecidos.

Para Fabiano Marques de Paula, superintendente do Ipem-SP, o alto número de bombas irregulares chamou atenção. “Foi reprovado mais que o dobro da média da fiscalização realizada em todo o Estado, que é de 6%. Esse é o principal motivo das denúncias que o departamento de Ouvidoria recebe dos consumidores, daí a necessidade de realização de operações como essa, além da fiscalização rotineira”, explica. Segundo o superintendente do Ipem, este tipo de operação especial, que já é realizada na capital, está sendo estendida para outras regiões do Estado, com o objetivo de melhor proteger o consumidor.

Além de autuar os postos, o Ipem-SP apura a responsabilidade das oficinas encarregadas da manutenção das bombas que apresentam irregularidades. Caso seja comprovado o delito, esses estabelecimentos podem ter sua autorização cassada.

 

Postos autuados pelo Ipem-SP têm dez dias para apresentar defesa. Depois disso, o instituto define multa que varia entre R$ 100 a R$ 50 mil.

 

Em 2010, o Ipem-SP verificou 88.637 bombas de combustível, das quais 5.516 foram reprovadas, gerando 473 autos de infração para postos de combustível.

Na região de Marília foram verificadas 3.016 bombas, sendo que 87 foram reprovadas por irregularidades, gerando 22 autos de infração.

Veja abaixo a relação de postos de combustíveis que foram autuados pelo Ipem-SP em Marília:

 

Razão Social

Bandeira

Endereço

Irregularidades

Auto Posto Paladium de Marília Ltda.

Esso

Av. Saudade, 860 – Jd. Cavalari

Falta de 140ml de combustível a cada 20 litros abastecidos

Posto São Cristóvão de Marília Ltda.

Ipiranga

Av. Castro Alves, 1177 – São Miguel

Falta de 160ml de combustível a cada 20 litros abastecidos

Auto Posto Cascata de Marília Ltda.

Shell

Rua Nove de Julho, 07 – Cascata

Falta de lacre do Inmetro no eixo de transição, o que pode interferir no volume de combustível abastecido

Dallas A. P. de Marília Ltda.

Ipiranga

Av. Pedro de Toledo, 2562 – Palmital

Falta de lacre do Inmetro no eixo de transição, o que pode interferir no volume de combustível abastecido

Auto Posto Gigantão de Marília Ltda.

Branca

Rod. SP 333, km 322,4 – Zona Rural

Eliminador de ar e gases da bomba obstruído, o que pode interferir no volume de combustível abastecido.

Dúvidas, sugestões ou reclamações sobre diversos assuntos do Ipem-SP podem ser feitas pelo telefone da ouvidoria: 0800 – 0130522, de segunda a sexta, das 8h às 17h, ou via e-mail: ouvidor-ipem@ipem.sp.gov.br

 

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Em Araraquara, Ipem autua 10 dos 26 postos de combustíveis fiscalizados durante a operação “SPC”
  2. Ipem autua 11 (34,37%) dos 32 postos de combustíveis fiscalizados durante
  3. Ipem autua postos e lojas de autopeças na Grande São Paulo por comércio de extintores de incêndio irregulares
  4. Nesta quinta-feira Ipem-SP lança cartilha sobre fiscalização em postos de combustíveis
  5. Durante fiscalização rotineira Ipem-SP detecta fraudes em posto de combustível da zona sul da capital