20
outubro
2010
17:42

Freguesia do Ó, Vila Prudente, Cidade Tiradentes e Santana terão mapeamento de árvores a partir desta quarta-feira

Diagnóstico definirá se árvores precisam ser podadas, removidas ou transplantadas; programa já mapeou 5 mil árvores e atingirá todas as subprefeituras até o final do ano 

A Secretaria de Coordenação das Subprefeituras está ampliando o programa Identidade Verde. A partir de outubro, quatro novas subprefeituras passarão a mapear as condições das árvores da cidade. Com esta fase, já são 29 subprefeituras com equipes treinadas para atuar dentro do programa, que já cadastrou mais de 5 mil árvores em mais de 80 vias da capital.
 
As novas subprefeituras a receber o programa são Freguesia do Ó, Vila Prudente, Cidade Tiradentes e Santana. Até o final do ano o projeto, que já está implantado na Casa Verde, Campo Limpo, Capela do Socorro, Cidade Ademar, Ermelino Matarazzo, Itaim Paulista, Jabaquara, Jaçanã/Tremembé, Lapa, M´Boi Mirim, Perus, Pirituba, Vila Mariana, Vila Maria/Vila Guilherme, São Miguel, São Mateus, Sé, Aricanduva, Butantã, Guainases, Itaquera, Moóca, Penha e Santo Amaro deve chegar a todas as subprefeituras da cidade.
 
O Identidade Verde é dividido em duas fases. Na primeira, a de implantação, os engenheiros e agrônomos da Secretaria treinam funcionários das Subprefeituras a partir de uma rua-piloto. Na segunda fase, com o projeto já implantado, os funcionários treinados continuarão os trabalhos com o mapeamento em toda a área da subprefeitura.
 
A iniciativa promoverá um minucioso diagnóstico das árvores da cidade, a partir do qual a pasta promoverá as intervenções necessárias que podem variar de uma simples poda ou reforma de um canteiro, até a remoção ou transplante de uma árvore. “É um projeto preventivo de grande importância para cidade. O programa vai garantir a saúde das árvores e conseqüentemente a segurança da população que trafega pelas ruas”, conta o secretário de Coordenação das Subprefeituras, Ronaldo Camargo.
 
Os dados coletados nas ruas são inseridos no Sistema de Gerenciamento de Árvores Urbanas (SISGAU). A expectativa é que até o fim do ano o programa já esteja atendendo todas as 31 subprefeituras de São Paulo. Cada uma terá um prazo adequado para concluir o inventário. O primeiro passo é o cadastramento e diagnóstico das árvores, partindo em seguida para o plano de manejo, contemplando os serviços de poda e plantio de árvores, além de alargamento de canteiros.

Projeto piloto
 
Na Subprefeitura Lapa (onde houve o projeto-piloto) o Identidade Verde já atingiu mais de 50 vias, totalizando 3,6 mil árvores. Também foi possível detectar que um dos principais fatores de quedas de árvores é a limitação de espaço nos canteiros para o desenvolvimento de raízes sadias. Só na região foram executadas 356 podas, 103 remoções e 20 plantios, além de 230 ampliações de canteiros.

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Identidade Verde chega a 24 Subprefeituras
  2. CET monitora trânsito em Cidade Tiradentes para evento
  3. Recapeamento de vias da Zona Norte começa nesta sexta-feira
  4. Secretaria vai investir R$ 1,8 mi para revitalizar 9 praças na Penha
  5. CET interdita avenida na Vila Mariana para evento

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *