29
setembro
2010
15:45

Governador do Estado inaugura Trevo do Jaraguá

Obras incluem o novo Trevo de Osasco, vias marginais, viadutos, passarelas e paradas de ônibus no trecho entre os km 12 e 19 

Foram inauguradas hoje, 29/9, pelo governador do Estado de São Paulo Alberto Goldman, o Trevo do Jaraguá e demais obras viárias do Complexo Anhanguera.  

Além do novo Trevo do Jaraguá, localizado no km 18 da Via Anhanguera, as obras inauguradas entre os km 12 e 19, região de São Paulo a Osasco, contemplam a implantação de cinco novos viadutos, 14 quilômetros de vias marginais, seis quilômetros de faixas adicionais, seis novas passarelas para pedestres e revitalização de 19 pontos de ônibus, que irão beneficiar diretamente os usuários da rodovia e do importante corredor de tráfego urbano da região dos bairros Parque São Domingos, Lapa, Pirituba, Vila Jaguara e Vila Anastácio, entre outros. Com o investimento de R$ 233 milhões, as obras iniciadas em abril de 2007 geraram 1.180 empregos diretos.

FICHA TÉCNICA

Trevo do km 18+000 (Jaraguá)

Tráfego: Volume diário médio de 40 mil veículos

Benefícios: Reordenação do tráfego com aumento da sua capacidade e fluidez, proporcionando melhoria e, principalmente, segurança no deslocamento dos usuários e moradores de Osasco e bairros próximos.

Obra: Construção de quatro viadutos e novas alças e acessos para as avenidas localizadas

nos dois lados da rodovia, criando a possibilidade de retorno para a mesma.

Transposição da Via Anhanguera no km 12+000

Tráfego: Volume diário médio de 15 mil veículos

Benefícios: Ligação direta do bairro São Domingos à Marginal Tietê, Marginal Pinheiros, bairro da Lapa e região.

Obra: viaduto de 100 metros

2 faixas de tráfego

Conjunto Viário do Bairro Anastácio

Tráfego: Volume diário médio de 5 mil veículos

Benefícios: Ligação do tráfego da região do bairro Vila Anastácio com a Via Anhanguera (sentido interior), Marginal Tietê e Marginal Pinheiros para ambos os sentidos.

Obra: Viaduto de 150 metros junto à rede da CPTM

2 faixas de tráfego

Vias Marginais e Faixas Adicionais em trechos entre o km 13 e o km 19+500 (Pistas Norte e Sul)

Tráfego: Volume diário médio de 40 mil veículos

Benefícios:  As vias marginais e as faixas adicionais possibilitam a separação do transporte rodoviário e municipal, diminuindo consideravelmente o risco de acidentes tanto para os pedestres quanto para os motoristas.

Obra: 14 km de vias marginais e 6 km de faixas adicionais

Retorno do km 14+500

Tráfego: Volume diário médio de 5 mil veículos

Benefícios: Possibilita o retorno do tráfego das vias marginais, além da ligação direta do tráfego urbano entre o bairro Vila Jaguara e a Av. Mutinga no lado oposto da Via Anhanguera.

Obra:

  • Viaduto de 100 metros
  • 02 faixas de tráfego

 

Trevo do km 15+500 (Avenida Mutinga)

Tráfego: Volume diário médio de 10 mil veículos

Benefícios: A interligação da Avenida Mutinga viabiliza um importante corredor de tráfego urbano entre Pirituba, Vila Jaguara e Parque São Domingos, previsto no Plano Diretor do Município de São Paulo.

Obra:            

  • Viaduto de 150 metros
  • 02 faixas de tráfego

 

Retorno do km 19+500

Tráfego: Volume diário médio de 5 mil veículos

Benefícios: Possibilita o retorno do tráfego da pista Capital-Interior da Via Anhanguera e bairros adjacentes.

Obra:            

  • Viaduto de 150 metros
  • 2 faixas de tráfego

 

Passarelas e Paradas de ônibus

Benefícios: Proporciona maior conforto e segurança para os pedestres nos bairros adjacentes à Via Anhanguera.

Obra: Implantação de 6 novas passarelas e ampliação de duas passarelas existentes, bem como a implantação e/ou adequação de 19 pontos de ônibus.

 

 

Dispositivos de Segurança 

·        18 mil metros de defensas metálicas.

·        24 mil metros de barreiras rígidas.
 

COMPLEXO ANHANGUERA

As obras inauguradas hoje juntamente com o Complexo Viário “Prefeito Olavo Egydio Setubal” (entroncamento da Via Anhanguera com a Marginal Tietê, em São Paulo), entregue em março, compõem o Complexo Anhanguera.

Com um investimento total de R$ 426 milhões, o conjunto de obras — que incluem a criação de novos acessos, pontes, viadutos, implantação de retornos, melhoria de trevos, faixas adicionais, pistas marginais, passarelas e soluções modernas para o sistema viário urbano e rodoviário do trecho entre São Paulo e Osasco — reordenou o tráfego, melhorando a fluidez e a segurança no deslocamento, reduzindo o tempo de viagem. Além disso, está proporcionando grande desenvolvimento para a região.

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *