23
dezembro
2010
13:52

Governo reforça segurança no litoral com 5200 policiais

Governo do Estado lançou, nesta quinta-feira (23), a Operação Verão, que receberá o reforço de 5.191 policiais civis e militares. Somados aos colegas que já atuam nos 15 municípios litorâneos, um total de 10.888 policiais trabalhará para prevenir e combater a criminalidade  

Quase 5.200 policiais civis e militares, além de dezenas de viaturas, entre elas sete helicópteros Águia, vão reforçar a segurança durante a Operação Verão 2010-2011, que foi lançada pelo Governo do Estado, às 11h desta quinta-feira (23), no Emissário Submarino, em Santos. No total, 10.888 policiais, por meio de uma ação integrada, vão prevenir e combater a criminalidade nos 15 municípios que compõem o litoral norte e sul – e vêm sua população aumentar cerca de 300% no período de festas e férias escolares. 

Pela Polícia Militar, o reforço será feito por bombeiros, policiais rodoviários, ambientais, do Batalhão de Choque, do Grupamento Aéreo, da Academia de Polícia Militar do Barro Branco, da Escola Superior de Sargentos e da Escola Superior de Soldados. Pela Polícia Civil, serão empregados efetivos do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic), Departamento Estadual de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) e do Grupo de Operações Especiais (GOE), do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (Decap). 

De acordo com o delegado Luis Gabriel Sampaio Garcia, da Delegacia Geral Adjunta (DGPad) da Polícia Civil, a Operação Verão visa, além de prevenir e combater a criminalidade, melhorar o atendimento à população nos municípios do litoral durante o período de festas e férias escolares. “Mesmo com o aumento populacional, as pessoas serão bem atendidas, com rapidez e eficiência, tanto no policiamento preventivo e ostensivo, quanto no judiciário”, ressaltou. 

Os policiais militares que participarão da Operação Verão, a exemplo do efetivo da Polícia Civil, sairão de várias partes do Estado de São Paulo. O policiamento preventivo visa evitar delitos e, o ostensivo, reprimir ações criminosas nas praias, nas estradas, nas áreas de mananciais e urbanas das cidades litorâneas. 

A novidade deste ano é que, desde o dia 15 de novembro, policiais da ROTA (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) realizam, no litoral, uma espécie de pré-operação. De acordo com o capitão Cássio Araújo de Freitas, da Coordenadoria Operacional da PM, embora o período não seja o auge das férias, alguns turistas já desceram para as praias, o que demanda uma ação antecipada. “Trata-se de uma operação preparatória para a Operação Verão. São seis semanas de preparação para a operação oficial”, explica o capitão. 

Com o reforço do efetivo na Operação Verão 2010-2011 será possível desenvolver novas estratégias preventivas, de alta visibilidade. “O objetivo é melhorar ainda mais os indicadores operacionais no comparativo com as ações anteriores. E o benefício é a melhoria da segurança pública, seja nas praias, nas estradas ou nas cidades”, salienta Freitas. 

 Policiamento integrado 

A Operação Verão será desenvolvida pela PM nos 15 municípios do litoral sul e norte – Santos, Iguape, Ilha Comprida, Cananéia, Guarujá, Bertioga, Mongaguá, Itanhaém, Peruíbe, São Vicente, Praia Grande, Caraguatatuba, Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela – de 27 de dezembro de 2010 até 31 de janeiro de 2011. Já a Polícia Civil inicia as ações em 29 de dezembro e tem encerramento previsto para 14 de fevereiro de 2011, devido às especificidades do trabalho desenvolvido por cada corporação.  

No período compreendido entre o final de dezembro e o início de fevereiro, essas cidades chegam a contar com 9,7 milhões de pessoas – entre moradores e turistas. Por isso, além de aumentar o policiamento preventivo e ostensivo, a Operação Verão visa melhorar o atendimento ao cidadão, seja evitando filas e demora nas delegacias ou no envio de viaturas aos locais de crime, propiciando uma resposta rápida e eficiente à população em toda a região litorânea. 

Polícia Militar 

Nas ações programadas para a Operação Verão, o Comando de Policiamento do Interior 1 (CPI-1), responsável pelo policiamento no litoral norte, empregará seu efetivo de 1.630 homens e mulheres. Já o Comando de Policiamento do Interior 6 (CPI-6), que atua na área do litoral sul empregará seus 568 policiais. Além destes 2.198 policiais militares, mais 686 bombeiros e 1.250 policiais rodoviários, que já atuam nos municípios litorâneos, participam da ação. Haverá reforço de 590 bombeiros, 211 policiais rodoviários, 140 policiais de choque, 25 do Grupamento Aéreo, 380 da Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB), 385 do Comando de Policiamento Ambiental (CPAmb), 924 da Escola Superior de Sargentos (ESSGT), e 1.026 da Escola Superior de Soldados, totalizando 7.815 policiais militares – entre o efetivo da área e o reforço operacional. 

Nessas ações serão empregadas 899 viaturas do policiamento de área e outras 213 de reforço, sem contar o Policiamento de Choque, que utilizará carros, motos, cavalos e embarcação. 

Polícia Civil 

O Departamento de Polícia Judiciária do Interior 1 (Deinter 1), responsável pelo registro e investigação de crimes, entre outras ações, na área do litoral norte, empregará seu efetivo de 220 policiais, com reforço de outros 350 vindos de diversas regiões do Estado de São Paulo. O Departamento de Polícia Judiciária do Interior 6 (Deinter 6), responsável pelo litoral sul, utilizará seu efeito de 1.343 policiais e receberá reforço de outros 125. Além desses 2.038 policiais, a Polícia Civil destacou para a Operação Verão mais 270 policiais do Deic, de 189 do Denarc, 576 do GOE/Decap, totalizando, entre efetivo de área e reforço, 3.073 policiais civis. 

A Polícia Civil empregará nas ações da Operação Verão 179 viaturas do Deinter 1, 461 do Deinter 6, 42 do Deic, três do Denarc, e quatro do GOE/Decap, totalizando 689 veículos operacionais. 

 Ações específicas no litoral sul – Nos municípios de Santos, Iguape, Ilha Comprida, Cananéia, Guarujá, Bertioga, Mongaguá, Itanhaém, Peruíbe, São Vicente e Praia Grande, o Comando de Policiamento do Interior 6 (CPI-6) coordenará cinco ações específicas dentro da Operação Verão; são elas:  ’Operação Direção Segura’ (combate ao alcoolismo no trânsito); ’Operação Dominó’ (vistoria de irregularidades de trânsito e ilícitos penais em motos e seus condutores e passageiros); ’Operação Pontual’ (saturação com policiamento ostensivo em determinada região, normalmente centros comerciais); ’Operação Visibilidade’ (ação realizada no feriado de Ano Novo, no qual viaturas ficam estacionadas em pontos estratégicos nas rodovias e acessos às cidades, para combater a criminalidade); ’Operação Praia Segura’ (desenvolvida pelo Corpo de Bombeiros, nas praias do litoral sul). 

Ações específicas no litoral norte – Nos municípios de Caragua.

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Polícia Militar realiza operações especiais no litoral
  2. Operação Natal Seguro: 3,2 mil PMs reforçam a segurança
  3. GP do Brasil terá segurança dentro e fora do autódromo
  4. Segurança nas eleições será garantida por 58 mil PMs
  5. PM aumenta o cerco a quem não usa cinto de segurança em SP

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *