08
dezembro
2010
15:01

Hotel Bella Paulista não respeita reserva e ainda fala que eu quero ganhar dinheiro

Na manhã desta quarta-feira fui ao Hotel Bella Paulista, no Paraíso, fazer uma reserva para uma pessoa que vem a São Paulo se hospedar por um dia. Pedi para ver alguns quartos. Gostei do 203 e pedi para reservá-lo. O número do quarto foi anotado junto com meu nome e telefone celular. Falei que ligaria à tarde para confirmar e pedi que me ligassem, caso o hotel lotasse e eles precisassem da vaga.

Às 15h fui pessoalmente ao hotel para realizar o pagamento. Para a minha surpresa, o papel no qual os dados haviam sido anotados estava riscado com um novo número de quarto, o 103. Reclamei, pois havia escolhido e gostado do 203, e combinado de maneira detalhada todo procedimento para que não houvesse problemas posteriores. Alegaram que os quartos são todos iguais e que eu estava querendo causar problemas. Falei então se eles me dariam alguma compensação pela troca, uma vez que a reserva não havia sido cumprida e que o hotel não estava lotado, única justificativa para descumprir o combinado com um cliente. Alegaram que eu estava querendo obter vantagem financeira, por isso estava fazendo toda aquela confusão.

E o que foi combinado, nada vale? Pedi para que me ligassem antes de liberar o quarto escolhido. Custava dar um simples telefonema em consideração e respeito ao cliente? Falaram que eu não havia pago, por isso eles não tem obrigação de segurar o quarto. E ainda faltaram com a verdade ao alegar que a reserva não havia sido feita, que apenas o quarto havia sido mostrado, pode isso? Ainda passo por desonesto e mentiroso. Eles descumprem o que foi combinado e o desonesto sou eu!!!

Cuidado ao fazer uma reserva nesse hotel. Eles não cumprem o que combinam, diferentemente do Hotel Heritage que me ligou na manhã de hoje pedindo a confirmação de uma reserva feita por telefone ontem. Desmarquei uma e fiquei sem a outra. Enquanto uns trabalham no mais altíssimo nível, outros querem crescer tratando o cliente como mentiroso e desonesto. Temos muito que evoluir para a Copa de 2014!

Encaminhei esta reclamação ao Procom para saber se é ou não correto o procedimento do hotel.

Em tempo: a assessoria do Procon entrou em contato informando que neste caso, por não estar devidamente documentada a nossa conversa, nada juridicamente pode ser feito. Trata-se de um péssimo atendimento por parte do hotel e eu, como consumidor, devo procurar outro estabelecimento que ofereça um melhor atendimento.

O Procon esclarece que toda  transação comercial deve ser devidamente documentada a fim de evitar má-fé por parte do comerciante, a exemplo do meu caso. Com tudo documentado é mais fácil para o Procon agir, e a pessoa se garante para questionar posteriormente à  justiça.

Reclamações e sugestões podem ser encaminhadas ao marcelo@blogdocury.com.br.

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Telefones da Caixa Econômica Federal da Paulista foram feitos para não atender!
  2. Compra no site da Saraiva irrita internauta
  3. Flagrante: corredor exclusivo de ônibus não é respeitado na avenida Ibirapuera
  4. Dicico não cumpre entrega, reclama internauta
  5. Vivo não entrega modem à internauta