28
abril
2011
15:04

Ipem autua 11 (34,37%) dos 32 postos de combustíveis fiscalizados durante

Bombas com indícios de fraude abasteciam até 920 ml a menos do que era registrado no visor do equipamento

Equipes  de  fiscalização  do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São
Paulo (Ipem-SP), autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e da Defesa da
Cidadania,  autuaram  34,37%  (12) postos de combustíveis, dos 32 visitados
nesta  quarta-feira (27/4), durante a “Operação Medida Legal”, na cidade de
São Paulo.

A  maior  irregularidade encontrada foi a falta de 920 ml de combustível a
cada  20  litros abastecidos no Centro Automotivo Global, Bandeira Shell, à
Avenida Roque Petroni Junior, 385, Morumbi, zona sul da capital. Fiscais do
Ipem  detectaram  indícios  de fraudes no posto e apreenderam as placas das
bombas  adulteradas.  Policiais  do  Departamento  de Polícia de Proteção à
Cidadania (DPPC) também estavam no local. “Encaminharemos o material para a Polícia  para  perícia e  outras providências no âmbito criminal”, afirma o superintendente do Ipem-SP, Fabiano Marques de Paula.

Além  das  autuações  dos  postos, o instituto apura a responsabilidade de
oficinas  que  cuidam  da  manutenção  das  bombas.  “Usamos estratégias de
inteligência para chegar às fraudes e estamos cruzando dados das bombas que apresentam  irregularidades  com  informações  de oficinas cadastradas pelo Ipem-SP  para  fazer reparos nesses equipamentos. No caso de comprovação do delito podemos cassar a autorização dessas oficinas”, alerta Fabiano.

O  superintendente  do Ipem explica que o trabalho de fiscalização continua
no  dia-a-dia  dos  fiscais. “Estamos cumprindo nosso principal papel que é
proteger  o  consumidor  e  atuar  para  que  as  relações comerciais sejam
justas”, conclui.

Durante a fiscalização, técnicos do Ipem fizeram o exame visual das bombas,
checagem  das  marcas  de verificação e do sistema de lacração, seguidos de
testes  para verificar se a quantidade de combustível registrada no momento
do  abastecimento  é a mesma recebida pelo tanque do veículo do consumidor. Neste caso, é utilizado um medidor padrão de 20 litros.

Em  2010, o Ipem-SP verificou 88.637 bombas de combustível, das quais 5.516 foram reprovadas, gerando 473 autos de infração para postos de combustível.

Nos  primeiros três meses de 2011, 66 postos foram autuados por irregulares em mais de mil bombas de combustíveis.

Veja  abaixo  a  relação  de postos de combustíveis que foram autuados pelo
Ipem-SP  por erros quantitativos que geram prejuízo ao consumidor durante o abastecimento.
                                                                           
   Posto autuado / |     Endereço     |   Quanto combustível o consumidor  
      Bandeira     |                  |   recebeu a menos ao abastecer o   
                   |                  |               veículo              
 ——————+——————+————————————
   AVA    Serviços |  Av.  Bosque  da |      160 ml (a cada 20 litros      
   Automotivos     |  Saúde,    1210, |            abastecidos)            
   Ltda / Esso     |  Bosque       da |                                    
                   |  Saúde.          |                                    
 ——————+——————+————————————
   Auto Posto País |  Av. Aricanduva, |  Foi  autuado  por  manter a bomba 
   de Gales Ltda / |  3498, Carrão    |  deslacrada,  o que permite acesso 
   BR              |                  |  à   regulagem   do   mecanismo  e 
                   |                  |  possibilidade de fraude.          
 ——————+——————+————————————
   Rede Cristal    |    Av. Anhaia    |      300 ml (a cada 20 litros      
   Nota Super      |    Melo, 8170,   |            abastecidos).           
   Posto / Branca  |    Vila União    |                                    
 ——————+——————+————————————
   Auto      Posto |  Av.             |  180   ml   (a   cada   20  litros 
   Marapé    Ltda/ |  Politécnica,    |  abastecidos).  Foi autuado também 
   Branca          |  3600,       Rio |  por  manter bombas deslacradas, o 
                   |  Pequeno         |  que permite acesso à regulagem do 
                   |                  |  mecanismo   e   possibilidade  de 
                   |                  |  fraude.                           
 ——————+——————+————————————
   Garruchão  Auto |  Av.     Queiroz |  680   ml   (a   cada   20  litros 
   Posto   Ltda  / |  Filho,    1310, |  abastecidos)                      
   Branca          |  Vila            |                                    
                   |  Hamburguesa.    |                                    
 ——————+——————+————————————
   Centro          |  Av.       Roque |   920   ml   (a   cada  20  litros 
   Automotivo      |  Petroni     Jr, |  abastecidos)                      
   Global / Shell  |  385,       Vila |                                    
                   |  União.          |                                    
 ——————+——————+————————————
   Auto      Posto |  Av.   Francisco |  120   ml   (a   cada   20  litros 
   Sorriso  Ltda / |  Matarazzo,      |  abastecidos)                      
   Shell           |  2027,      Água |                                    
                   |  Branca.         |                                    
 ——————+——————+————————————
   Auto      Posto |  Av.     Imirim, |  Falta   de   lacres   em   pontos 
   Garoto       do |  4070, Imirim.   |  obrigatórios                      
   Imirim  Ltda  / |                  |                                    
   Branca          |                  |                                    
 ——————+——————+————————————
   Auto  Posto Via |  Rua    21    de |  vazamento      no     bico     de 
   Bresser  Ltda / |  Abril,     900, |  abastecimento.                    
   Branca          |  Belém.          |                                    
 ——————+——————+————————————
   Auto  Posto DDV |  Rua Carneiro da |  220   ml   (a   cada   20  litros 
   Ltda / Branca   |  Cunha,     151, |  abastecidos)                      
                   |  Vila da Saúde.  |                                    
 ——————+——————+————————————
   Centro          |  Av.    Tancredo |  770   ml   (a   cada   20  litros 
   Automotivo      |  Neves,    1600, |  abastecidos)                      
   Complexo   2001 |  Vila Nanci.     |                                    
   Ltda / Branca   |                  |                                    
                                                                           
Os  postos  autuados  têm  dez  dias para apresentar defesa ao Ipem-SP, que
define multa que varia de R$ 100 a R$ 50 mil, dobrando na reincidência.

Em caso de dúvidas, reclamações ou denúncias, o consumidor pode recorrer ao serviço da Ouvidoria do Ipem pelo telefone 0800 0130522 de segunda a sexta, das 8h às 17h, ou enviar e-mail para: ouvidor-ipem@ipem.sp.gov.br.

No  site  www.ipem.sp.gov.br,  além  de informações sobre toda a legislação
metrológica  e da qualidade vigentes no país, estatísticas de fiscalização,
orientações  ao cidadão e empresários, o interessado pode levantar detalhes
das ações diárias do instituto.

Assessoria de Comunicação do Ipem-SP


Nesta quinta-feira, mais um posto autuado em Santo André.

 Fiscais do Ipem-SP acabaram de detectar irregularidades em mais um posto de
combustíveis. Desta vez, na Grande São Paulo, em Santo André, à Avenida
Capitão Mário Toledo de Camargo, 1.320 (Avenida do estádio). O Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC) foi acionado por fiscais do Ipem e estão seguindo para o local. Bombas de combustíveis do posto, bandeira branca, estavam abatecendo 1.100 litro a menos, a cada 20 litros abastecidos ao consumidor.

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Nesta quinta-feira Ipem-SP lança cartilha sobre fiscalização em postos de combustíveis
  2. Ipem-SP autua seis lojas durante “Operação Dia das Crianças”
  3. Ipem autua 16,86% das lojas da capital fiscalizadas durante “Operação Papai Noel”
  4. Ipem-SP autua 15 empresas por erros quantitativos em itens que compõem o café da manhã
  5. Ipem-SP encontra irregularidades em três lotes de produtos fiscalizados na “Operação Verão”