16
agosto
2012
20:15

Loja Commcenter no Shopping Tamboré vende aparelho quebrado e se recusa a trocar

Foto: Jeferson Lourenço

Internauta nos encaminhou a seguinte reclamação. Leia na íntegra. Antes, veja mais reclamações contra a Commcenter.

http://www.reclameaqui.com.br/1611538/vmt-telecomunicacoes-ltda-commcenter-dom-pedro/editado-pelo-reclame-aqui-no-cadastramento-lesando-o-consum/

http://www.reclameaqui.com.br/1031668/commcenter-loja-virtual-celulares/produto-extraviado/

http://www.reclamao.com/reclamacao.asp?cod=3908

O cliente Marco Roleri adquiriu um aparelho smartphone Galaxy Note GT N7000 na loja Comm Center do Shopping Tamboré, Barueri, SP no dia 23.06. Após somente 4 dias de uso o aparelho apresentou defeito e ele não mais ouvia o interlocutor da ligação. No dia seguinte, o viva-voz também parou de funcionar. 

No sexto dia de uso o aparelho se tornou inutilizável em sua função primária: falar e ouvir. O cliente retornou à loja solicitando a troca do produto por 2 vezes, tanto no sexto quanto no sétimo dia da compra, alegando que o aparelho apresentava “vício de produto”, nomenclatura da lei do consumidor que caracteriza quando um produto não pode ser utilizado em uma ou mais de suas funções básicas para o qual ele foi designado, certo?

Acontece que a loja se recusou a fazê-lo alegando que ele deveria procurar a assistência técnica. A Comm Center prestou um péssimo atendimento tanto na loja recusando-se, terminantemente, a trocar o produto quanto no atendimento telefônico quando o cliente ficou, por horas, na espera tentando registrar a reclamação até que caísse a linha.

Sem alternativa, ele foi forçado a levar o aparelho até a Assist. Técnica da Samsung mais próxima, neste caso, na Centerffil de Barueri, a qual tendo recebido o aparelho para análise e laudo no dia 06.07 deu um parecer somente 7 dias depois e mesmo assim, após muita insistência telefônica, informando que se tratava de um problema na placa mãe do aparelho. O defeito constatado é grave uma vez que a placa-mãe (coração de um aparelho celular) deverá ser trocada. O prazo para chegada da peça foi passado para mais 7 dias (teoricamente no dia 20.07).

Segundo a empresa, após a chegada da peça será necessário ainda um novo prazo para o reparo, ou seja, a entrega do aparelho, CONSERTADO, para o cliente acontecerá quase um mês depois de sua efetiva compra. A Samsung informa, na sua política interna, que não troca aparelho com vício nem com defeito e que prefere que a assistência técnica conserte o produto. Isto é inconcebível uma vez que o aparelho apresentou defeito já com 4 dias de uso e, desde o dia 27.06, o cliente está sem poder usar o aparelho.

Após receber o aparelho, no final de Julho, o mesmo funcionou por apenas uma semana e apresentou os mesmos defeitos. Atualmente, o cliente aguarda a troca do aparelho por um novo, porém, sem obter o retorno da Samsung.

Reclamações e sugestões podem ser encaminhadas ao marcelo@blogdocury.com.br.

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Orient vende relógio quebrado, finge que troca produto e se recusa a devolver o dinheiro
  2. Internauta reclama de aparelho quebrado e descaso por parte da Samsung
  3. “Loja Leroy Merlin de São Caetano entrega produto quebrado”, reclama internauta
  4. Mais um internauta reclama de um aparelho Samsung
  5. Internauta está há 18 dias esperando Shoptime trocar produto quebrado

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *