12
junho
2012
06:14

No Dia dos Namorados, bando faz arrastão em bar nos Jardins

Bandidos chegaram no local quando um dos funcionários já fechava o estabelecimento

SÃO PAULO – O governo do Estado de São Paulo anunciou que o policiamento nas áreas de bares e restaurantes seria reforçado na noite desta terça-feira, 12, em razão do Dia dos Namorados e da onda de arrastões. Mas cinco bandidos armados não esperaram a ação da polícia e fizeram um arrastão no Bar Balcão, no número 150 da Rua Doutor Melo Alves no Jardim Paulista, região centro-sul da capital. Ceca de 15 clientes e seis funcionários foram roubados, no início da madrugada, em um crime que durou aproximadamente cinco minutos. Até às 4h30 ninguém havia sido preso. 

O primeiro rendido foi um funcionário que fechava o bar, à 1h. O músico Gabriel Levy, de 47 anos, estava no estabelecimento com uma amiga, a designer Rosana Bozon, de 43, já havia pago a conta e se preparava para sair quando os bandidos anunciaram o assalto. “Todos ficaram com as mãos erguidas enquanto os criminosos, com idades aproximadas entre 18 e 20 anos, passaram recolhendo celulares, carteiras bolsas, joias e outros objetos pessoais”, relatou Levy. Ele disse ainda que os garçons foram agredidos para que dessem o dinheiro do estabelecimento. Foram levados R$ 200 do caixa.

De acordo com o músico, quando um táxi passou, um dos criminosos gritou “olha o táxi” e todos fugiram. Segundo a Polícia Militar (PM), outros clientes ouviram um carro, que seria dos criminosos, arrancando. Bosano contou que a PM chegou cinco minutos depois de acionada. Ao todo, sete clientes e o gerente do bar compareceram ao 78º Distrito Policial (DP) para prestar depoimento.

Precaução. Muitos bares e restaurantes investiram em seguraça privada para tentar inibir a ação dos criminosos. O restaurante Mestiço, na Rua Fernando de Albuquerque, na Consolação, e o restaurante Tavares, na Rua Consolação, na região do Jardins, além de circuito intermo de monitoramento por câmeras, contarão com seguranças armados para fazer a segurança nesta terça-feira. O restaurante Carlota, na Rua Sergipe, que sofreu um arrastão no 1º dia deste mês, possui câmeras de monitoramento.

O restaurane Nagayama, também na Rua da Consolação, além de seguranças, em um alarme diretamente ligado a uma central de monitoramento. O gerente do estabelecimento, Armando Tomioshuto, disse que os clientes perguntam sobre o sistema de segurança do restaurante, que, segundo ele, tornou-se um diferencial.

Pedro da Rocha, do estadão.com.br

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Mais um restaurante é alvo de arrastão em São Paulo
  2. Daslu ‘invade’ esquina dos Jardins sem permissão
  3. Polícia resgata Zeca, cachorro roubado em arrastão
  4. Presidente da Fearab reclama do estacionamento na Sarutaiá, nos Jardins
  5. Lixo de frequentadores de bar é varrido com mangueira e jogado na rua

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *