16
novembro
2011
14:23

O curta O MENDIGO concorre a Festivais no Brasil e na Argentina.

Empresário, poeta e cineasta se veste de Mendigo e vai andar nas ruas do Rio de Janeiro

Você já parou pra conversar com um mendigo ? Você já falou com um mendigo? Você ‘enxerga’ o mendigo? O que você faria se um mendigo entrasse no seu estabelecimento comercial ? Você já parou pra pensar o que levou aquela pessoa a se tornar um mendigo ? 

Para saber essa e outras respostas, o dono de um açougue na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, Ricardo Rodrigues se vestiu de mendigo e foi andar nas ruas do RJ. Ele tomou essa atitude depois que um mendigo entrou no açougue dele querendo comprar dois bifes. Após essa situação, Ricardo criou o curta ‘O Mendigo’ que vem participando de vários festivais.

Ricardo assina o roteiro, a trilha sonora e protagoniza o curta-metragem “O Mendigo” que foi inscrito nos festivais do Rio, São Paulo e Pernambuco, foi exibido no site paulista ELO COMPANY, no site PORTA CURTAS (o principal site de CURTAS METRAGENS do Brasil), e foi selecionado para representar o Brasil na mostra Cortados na Argentina que acontece de 04 a 12 de dezembro de 2011.

Mas, Ricardo não pára. Ele é integrante da Academia de Letras de São João de Meriti, lançou dois livros e participou de duas coletâneas. Não satisfeito, Ricardo foi pra frente do computador escreveu e produziu o segundo curta, intitulado ‘Enterro de Anão’ e pelo segundo ano consecutivo emplacou um filme no Festival Internacional de Cinema – CINECUFA!

No ano passado, O Mendigo foi o grande vencedor na categoria Juri Popular e neste ano, Enterro de Anão, concorreu como melhor filme. O festival foi realizado no último dia 31 e o Enterro de Anão, foi exibido em Moçambique e no Brasil, simultaneamente em uma parceria do CINECUFA com o país.

Os dois curtas O MENDIGO e o ENTERRO DE ANÃO concorrem ao 5º FESTIVAL DE CINEMA INTERNACIONAL – Arraial Cine Fest, em Arraial D’ Ajuda, BA que acontece entre os dias 25 de novembro a 08 de dezembro de 2011, na categoria Esquina do Mundo. Esse é o 26º Festival que o Mendigo concorre e o 3º do ‘Enterro de Anão’.

O açougueiro-escritor-cineasta, Ricardo Rodrigues, esteve durante aproximadamente 18min no programa do JÔ, Tv Globo, falando da sua vida e dos seus curtas. Confira a entrevista no link http://youtu.be/cyhSEPehGD8ira)

DADOS DOS CURTAS.

O MENDIGO

O Mendigo é baseado em um episódio real. Conta a história de um mendigo que vive nas ruas de São João de Meriti, RJ e convive com reações variadas (hostis e simpáticas) dos transeuntes. O detalhe é que Ricardo se vestiu de mendigo e foi pras ruas vê como as pessoas ‘enxergavam’ os mendigos e ficou perplexo com sua descoberta. ‘As pessoas não enxergam os mendigos e entre eles há uma cumplicidade e lealdade que muitas vezes não existem nas nossas amizades’, conta o cineasta. O curta tem duração de 18min e 08 segundos.

ENTERRO DE ANÃO

O enterro de Anão tem duas versões. A oficial com 27min09 segundos e a versão para festivais com 19min47seg.

Sinopse: Julio é um repórter cara de pau.Adamastor é um anão que … ah, não é de bobeira, não !! Julio quer vender jornal e faz uma proposta sobre a sua morte. o baixinho é vivo demais, mas foi parar dentro do caixão! Apesar de ser pequeno, o dinheiro falou mais alto e fez milagre. O jornal arrebentou e o anão ressuscitou!!!

Biografia completa de Ricardo Rodrigues

- Roteiro “A última cartada”, selecionado na primeira fase de seleção para a Oficina de Teledramaturgia da Rede Globo, 2010

- empresário, escritor, poeta, cineasta, fotógrafo, compositor e ator.

- roteirista da PR Produções

- Membro da ABI- Associação Brasileira de Imprensa.

- Membro da Academia de Letras de São João de Meriti – Rj.

- escreve no blog: http://blogricardorodrigues.zip.net

- Poeta atuante

Trabalhos realizados

Cinema:

- curta-metragem O mendigo, (ator, roteirista e trilha sonora) 2009/2010, Paris Produções, inscrito em dezenas de festivais de inema no Brasil.

- documentário político (roteiro):

PSDB – Rj/ Baixada Fluminense, 2005, para Geraldo Alckmin

Literatura:

- crônica publicada no livro Valores para viver, 2005, Ed.Guarda-Chuva, ao lado de grandes nomes da literatura nacional, como rico e Luis Fernando Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade, Mário Quintana, Arnaldo Jabor, Marta Medeiros…

- Livro Memórias quase póstumas, 1997, Ed.Litteris

- Livro Vidas Obscuras, 2003, Ed.Kroart

- Livro Flashes e Flechas Literárias – contos & encontros com a poesia, 2009, Ed. Oficina de livros

- centenas de poesias

- dezenas de composições

- coluna Polêmica!, Jornal A voz de Meriti e Revista da Cidade – 2004/2005

Teatro:

Autor:

- A droga é uma droga! – 2010

- Paixão a primeira vista – como dois cegos se apaixonam!

- Mensalão de Deus

Ator:

- Amor aos pedaços, 2005 – Teatro Miguel Falabela

- A noiva de Cristo, 2009/2010

- Paixão a primeira vista – como dois cegos se apaixonam!

Premiações

Literatura:

- Contos do Rio, 2003, Prosa & Verso, Jornal O Globo, com o conto O duelo da Lapa

- IV- Concurso Nacional de Contos – Niterói, 2004, com o conto Como nasceu Quixote

- Concurso Nacional de Poesia , Prêmio Silvestre Mônaco, 2004,com a poesia Deus Esperança

- Interpretação e poesia, XXIX Concurso Prefeitura do Rio, 2007, com Poesia de cego

- finalista – APALPE- 01-2011

Cinema:

- MELHOR FILME – JURI POPULAR – FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA – CINECUFA 2010.

- melhor som direto: I festival de cinema nacional de Petrópolis e menção melhor filme.

- menção melhor filme: V mostra nacional de cinema de Miracema – to

- segundo lugar IGUACINE 2010, festival nacional de cinema de Nova Iguaçu- RJ

- FINALISTA XXXVII Festival Internacional de Cinema de Salvador – Jornada da Bahia – 2010

- CINE PERIFERIA – DF – FESTIVAL NACIONAL DE CINEMA – Filme convidado

- FESTIVAL DA PRIMAVERA – FESTIVAL NACIONAL DE CINEMA – PUC – RJ

- BAIXADA EN CENA – RJ

- VI MOSTRA INTERNACIONAL DE TOLEDO- UNIOESTE – PARANÁ

- 3ª MOSTRA LUTA – CAMPINAS – SP

- 1º FESTIVAL DE CINEMA DE SÃO CARLOS-SP

Cursos

- Oficina de Roteiro, 2000: Jorge Duran

- Oficina de Roteiro, 2003: Walcyr Carrasco

- Faculdade de Cinema Estácio de Sá (não concluída)

- Interpretação para TV, 2005: Teatro Miguel Falabela

Em produção:

- literatura: …aí é que são elas! – contos & encontros com o universo feminino.

SITE: www.cinemadeguerrilha.com.br

 

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Motoristas e cobradores fazem paralisação em Mauá
  2. Orkut estaciona no Brasil, e Facebook cresce 159%
  3. GP do Brasil terá segurança dentro e fora do autódromo
  4. PM de São Paulo representará Brasil em 30 países
  5. Operação especial de trânsito e transporte para o GP Brasil de Fórmula 1

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *