24
abril
2011
17:19

Pai de menina abandonada em caçamba quer guarda de criança

Mãe que deixou criança em caçamba foi presa (Foto: Reprodução/TV Globo)

Homem disse que não sabia que amante estava grávida. Ele teme a reação da família ao saber do caso e da criança.

O abandono de um bebê recém-nascido pela mãe em uma caçamba de lixo em Praia Grande na última semana deixou indignados os moradores da cidade, situada no litoral de São Paulo. Entre as pessoas que ficaram sensibilizadas com a história está o pai da criança, um homem de 58 anos que não quis que seu nome fosse publicado.

Em entrevista ao site da TV Tribuna, ele afirmou que ficou sabendo que a menina era sua filha apenas na sexta-feira (22), quando chegou ao trabalho. A mãe do bebê, uma mulher de 39 anos, trabalhava na mesma clínica de repouso e saiu “quatro ou cinco vezes” com o homem. “A gente trabalhava junto todo dia e eu não via a barriga. Ela não comentou com ninguém no trabalho. A barriga dela não cresceu”, contou.

Ele acrescentou que nunca imaginou que a menina seria sua filha. “Eu acompanhei a matéria sobre o abandono. Não sabia que era minha filha. Quando soube, fiquei muito chateado. A situação em que a criança foi encontrada é muito triste. Eu acho que o fato de ela ter jogado na lixeira foi desatenção”, disse. O homem acrescentou que irá lutar pela guarda da menina.

Casado e com quatro filhos adultos, ele que não se arrepende do relacionamento, mas conta que não consegue dormir desde que soube da filha. “Ainda não contei para minha família. Fico pensando muito em como ficarão as coisas, em como será a reação quando descobrirem isso. Se ela tivesse me contado teria sido diferente”, acrescentou na entrevista ao TV Tribuna.com.

Mesmo chateado, o homem disse acreditar que sua ex-amante não agiu racionalmente. “Ela é trabalhadora. Eu acho que ela fez isso por motivos financeiros. Ela paga aluguel e tem outros filhos.” O homem afirmou ainda que pretende visitar a criança no Hospital Municipal Irmã Dulce, onde ela está internada.

A mulher suspeita de ter cometido o abandono foi presa pela polícia por volta das 16h de sábado (23). Para a polícia, ela confirmou ser a mãe do bebê e disse que fez aquilo porque sofre de depressão pós-parto. A mulher contou que chegou a amamentar a criança, mas a abandonou cerca de sete horas após o nascimento porque seu atual companheiro não aceitou a gravidez.

UTI

De acordo com boletim médico divulgado neste domingo (24), a menina continua internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e não tem previsão de alta. Caso seu quadro clínico continue evoluindo bem, a previsão é que a criança tenha alta da UTI no início desta semana.

Imagens registradas por câmeras de segurança mostram quando a criança foi abandonada. Às 21h50 da segunda-feira, uma mulher que caminhava por uma rua vazia depositou um embrulho na caçamba de lixo e foi embora. As imagens mostram que, 23 minutos depois, um catador se aproximou da caçamba e começou a revirar o lixo.

Ele levou um susto e correu em direção a uma escola. Logo voltou acompanhado de um professor, que mexeu no lixo e retirou o bebê. Com a criança nos braços, o homem voltou à escola. Uma docente da mesma escola ajudou a reanimar a menina.

Fonte: G1

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Morador de rua esfaqueia duas pessoas na Avenida Paulista
  2. Homem falha ao tentar engravidar mulher do vizinho e descobre que é corno!
  3. Criminoso joga granada em carro da PM durante perseguição em SP
  4. Artigo: Segurança de Criança não é Brinquedo
  5. Mulher que denunciou execução se diz traída pela Corregedoria, diz jornal

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *