11
maio
2012
01:15

Pão de Açúcar lesa cliente com a conivência de funcionária


Comprei este Listerine no Pão de Açúcar do Paraíso, nesta quinta-feira, por R$ 12,59, conforme preço do mercado no papel acima. Na nota, que também pode ser vista, o produto passou por R$ 13,86.

Vejam bem, Listerine de 500 ml pelo preço de 350 ml. A funcionária Sandra, que dizem que é apta e está sendo preparada para comandar a loja, alegou que estava certo o preço, pois se tratava de 350 ml. Ela não viu do lado esquerdo o número 500 e que o preço era de uma quantidade menor? Não entendi a observação dela!!!! Era só olhar a etiqueta da loja, à direita, e a etiqueta do produto, à esquerda!

E ainda falou ao responsável Nicolas que eu não dei tempo a ela para olhar a nota. Totalmente dissimulada!!

Já tive problemas com essa funcionária na terça-feira desta semana, pois a mesma se recusou a me atender em um caixa sem movimento, só porque era um caixa do café. A regra diz que pode ser passado no máximo três produtos de outro setor por compra. Passei três, paguei, olhei para trás, não tinha ninguém para comprar café, então resolvi passar os outros três produtos. Ela falou que “não tinha a obrigação de me atender” por causa da regra de três produtos e que o mesmo cliente não poderia passar na sequência.

Todos os caixas estavam abarrotados e a funcionária Sandra parada conversando com um rapaz que deveria estar ajudando os clientes com as compras. Reclamei e as funcionárias de frente de caixa me deram toda a razão mas não passaram a reclamação ao gerente Francisco. Uma bandalheira, sem uma voz de comando essa loja! O próprio gerente ficou indignado por, hoje, não saber do ocorrido na terça.

O gerente Francisco prometeu falar com ela, conversei com ele por volta das 19h40, na primeira vez que eu fui a loja, mas pelo jeito a menina está com o moral alto demais.

Enquanto eu reclamava com o responsável Nicolas, às 23h15, pois o Francisco não estava, a mesma saiu sorridente dando beijinhos nele na minha frente. O próprio admitiu que foi uma atitude cínica da funcionária e prometeu relatar isso via email aos responsáveis. Vamos ver!!!

E o pior, fiquei no prejuízo. Preço de primeiro mundo praticado nas lojas, mas atendimento de terceiro!

Vamos ver o que o atendimento ao cliente fala a respeito. Devem mandar uma resposta padrão corporativa! Querem apostar???

Reclamações e sugestões podem ser encaminhadas ao marcelo@blogdocury.com.br.

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Internauta reclama de privilégios da lei Cidade Limpa ao grupo Pão de Açucar
  2. Pão de Açucar esclarece matéria postada sobre o uso de luvas no manuseio de alimentos
  3. Casa do Pão de Queijo dá pazinha furada para clientes pegarem açucar
  4. Pão de Açucar usa luva inadequada e contaminada para cortar frios
  5. Funcionária pública, sem aumento, reclama do reajuste salarial do prefeito e secretários