01
junho
2012
19:53

Partidos prometem ir à Justiça contra participação de Lula e Haddad no programa do Ratinho

Ex-presidente e pré-candidato são acusados de propaganda eleitoral antecipada

Já são dois os partidos que informaram que entrarão com representação na Justiça contra o PT, o ex-presidente Lula e o SBT por propaganda eleitoral antecipada em favor do pré-candidato à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad (PT).

PPS e PSDB se julgam prejudicados pela aparição de Lula e Haddad no Programa do Ratinho veiculado pela emissora na última quinta-feira (31). Na ocasião, Ratinho indagou ao ex-presidente as razões por que ele escolheu seu ex-ministro da Educação como candidato à Prefeitura de São Paulo. 

Lula explicou que queria alguém com uma cara nova. Na sequencia, Haddad foi chamado ao palco e falou de seus planos para a cidade caso seja eleito.

Para os tucanos, o caso configura, propaganda eleitoral antecipada, abuso de poder e uso indevido dos meios de comunicação. Em nota, o partido condenou e informou que acionará a Justiça:

— Em defesa da realização de eleições limpas, justas, de acordo com a lei e o respeito à igualdade entre os candidatos, o PSDB entrará com representação na Justiça contra os responsáveis pela propaganda eleitoral antecipada veiculada no “Programa do Ratinho” do SBT. Em flagrante desrespeito à Lei e à Justiça, um ex-presidente usou indevidamente espaço de emissora de TV na tentativa de promover o candidato de seu partido e tirá-lo da posição inexpressiva em que está estacionado nas pesquisas.

O partido afirma que o programa exibido “desafia a justiça eleitoral e reedita comportamento ilegal e nefasto já adotado em eleições passadas”.

No começo da tarde desta sexta-feira (1) o diretório estadual do PPS de São Paulo já havia informado que ingressará no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) contra a exibição feita da entrevista com Lula e Haddad.

Em nota, o presidente nacional do PPS, deputado Roberto Freire (SP), considera que Lula dá uma demonstração ao País de seu total desprezo pelas leis e pelo estado de direito, e critica o empresário Silvio Santos, dono da emissora, pelo favor prestado ao PT ao arrepio da lei eleitoral.

— Mais uma vez, o ex-presidente Lula dá uma demonstração ao País de seu total desprezo pelas leis e pelo estado de direito. Ao levar seu candidato a prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, ao programa do Ratinho, Lula não procurou nem mesmo fingir seu claro propósito: fazer propaganda eleitoral antecipada a favor de seu escolhido. Mas o fato de isso ter acontecido em um canal de televisão aberto torna a situação ainda mais grave.

Também quero

Participando de Sabatina realizada pelo R7 e pela Record News, outro ator da eleição paulistana, o pré-candidato Paulinho da Força (PDT) disse, durante a entrevista, que irá solicitar ao SBT os mesmos 40 minutos de que dispuseram Lula e Haddad para falar. Caso não consiga, o sindicalista prometeu também procurar a Justça.

Fonte: R7

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Lula cria fan page e em poucas horas tem mais de 80 mil “curtidores”
  2. Presidente Lula assina decreto que garante direitos às comunidades atingidas por barragens
  3. Imagens exclusivas: a divertida entrevista do apresentador Ratinho no programa Esporte em Discussão da Jovem Pan
  4. Exclusivo Blog do Cury: participação do técnico Mano Menezes no programa Esporte em Discussão da Jovem Pan
  5. CET interdita túnel Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *