11
março
2011
20:22

PM forma 824 novos tecnólogos em polícia

Formandos concluíram o Curso Superior de Tecnólogo de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública, ministrado na Escola Superior de Sargentos; secretário-adjunto da Segurança Pública, Arnaldo Hossepian Salles Lima Júnior, foi o paraninfo da turma  

 

Oitocentos e vinte e quatro policiais militares se formaram tecnólogos em polícia ostensiva, após concluírem o Curso Superior de Tecnólogo de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública, ministrado na Escola Superior de Sargentos (ESSgt). O secretário-adjunto da Segurança Pública, Arnaldo Hossepian, foi o paraninfo da turma, em cerimônia de formatura realizada na manhã desta sexta-feira (11). 

O curso recebeu essa denominação após a reestruturação da Polícia Militar para cursos e unidades, em outubro de 2009. Antes, os sargentos se formavam no Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos. 

Nos últimos três meses, os 779 homens e as 45 mulheres que fizeram o curso aperfeiçoaram as funções de supervisão, com disciplinas como Psicologia, Direitos Humanos,  Doutrina de Polícia Comunitária, Administração de Pessoal e outras 18 matérias ministradas em mais de 500 horas de curso. Os policiais foram avaliados com provas escritas e testes físicos. O primeiro colocado do curso, sargento Alexandre Aparecido Candido, recebeu uma medalha de homenagem entregue pelo secretário-adjunto. 

Agora, os formandos estão aptos a assumir a graduação de 1º sargento, a segunda mais alta entre os praças. 

Para ingressar - Os candidatos têm que ser cabo da Polícia Militar; ter bom comportamento há pelo menos dois anos; ser aprovado em teste de aptidão física e inspeção de saúde; ter concluído o Ensino Médio; ser motorista habilitado; ter aptidão em digitação; e ter nos últimos quatro semestres conceito considerado no mínimo dentro do esperado para a função de sargento. 

Excelência - De acordo com o decreto nº 54.911, de 14 de outubro de 2009, de reconhecimento da Lei Complementar Estadual 1.036/2008, todos os cursos da Polícia Militar do Estado de São Paulo são de nível superior. A lei é específica para a PM, dadas as peculiaridades da profissão, de acordo com a Lei de Diretrizes de Base da Educação Nacional (LDB). 

A ESSgt é um dos principais centros formadores e de aperfeiçoamento de policiais militares no Brasil, sendo responsável pela formação de todos os sargentos no Estado. É também a única escola de formação de sargentos da América Latina que possui os certificados ISO 9000 e 1400 – modelos de gestão de qualidade.  

Além disso, conquistou o Prêmio Paulista da Qualidade na Gestão em grau bronze por três anos consecutivos – 2007, 2008 e 2009 -, além do Prêmio de Gestão, da Revista Banas Qualidade, nos anos de 2006 e 2007. 

A Escola Superior de Sargentos também é prestigiada pela preservação ao meio ambiente. Recebeu o Selo Verde da ONG Ecolmeia pelo desenvolvimento de práticas sustentáveis, e o reconhecimento da Secretaria Estadual de Saúde pelo Ambiente Livre de Tabaco. 

Subtenente Rhormens - A terceira turma leva o nome “Subtenente PM Eduardo Rhormens”, em homenagem ao subtenente Eduardo Rhromens, morto a tiros em 10 de junho de 1995. A fatalidade aconteceu depois que um grupo de aproximadamente 12 pessoas fortemente armadas com fuzis, metralhadoras, revólveres e granadas roubaram o um supermercado no bairro do Tremembé, na zona norte da Capital. 

Após o roubo, os homens separaram-se em vários carros, sendo que na Rodovia Fernão Dias se depararam com uma viatura policial. Na tentativa de fuga abandonaram os veículos no km 86, onde foram interceptados. Na troca de tiros, o subtenente Rhormens foi atingindo.

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. PM forma segunda turma de tecnólogos em polícia
  2. PM forma mais 975 sargentos para atuar no Estado de SP
  3. PM reforça policiamento com 1.222 novos soldados
  4. Tropa de elite da PM paulista forma 16 policiais
  5. Polícia Militar forma sua primeira oficial para a Tropa Montada

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *