01
dezembro
2010
15:49

PM forma mais 975 sargentos para atuar no Estado de SP

A nova turma conta com 88 mulheres e 887 homens, que se formaram após nove meses de estudos gerais, jurídicos e profissionais, na Escola Superior de Sargentos (ESSgt) da Polícia Militar. Eles reforçarão o policiamento na Capital, na Grande São Paulo e no interior do Estado

A Polícia Militar formou mais 975 sargentos de 3ª classe para reforçar o policiamento em todo o Estado de São Paulo. Após nove meses de estudos e muito trabalho, os policiais concluíram o Curso de Formação de Sargentos, ministrado na Escola Superior de Sargentos (ESSgt). A solenidade de formatura foi realizada na manhã desta quarta-feira (1º), na Praça Charles Miller, no Pacaembu, na zona oeste da Capital. Somente no ano passado, 1.247 sargentos se formaram no curso.

Dos 975 sargentos, 887 são homens e 88 mulheres. Os policiais se apresentaram no dia 27 de dezembro do ano passado e atuaram durante três meses na Operação Verão. Em 22 de março, ingressaram no Curso de Formação de Sargentos, dividido em três grandes módulos: as áreas Geral, Jurídica e Profissional.

Durante 534 horas, os alunos tiveram aulas de diversas disciplinas, como Psicologia da Liderança, Gestão Contemporânea da Qualidade, Direitos Humanos, Medicina Legal e Criminalística, Direito Militar, Doutrina de Polícia Comunitária, Policiamento Ostensivo, Tiro Defensivo na Preservação da Vida “Método Giraldi”, entre outras.

Reconhecimento
Durante a formatura, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, exaltou o trabalho desenvolvido pela Polícia Militar e a sua importância. “A Polícia Militar é uma instituição valorosa e exemplar, que ao longo dos últimos anos tem contribuído de maneira muito significativa para que tenhamos mais qualidade de vida na cidade de São Paulo, porque segurança é qualidade de vida”.

Kassab agradeceu a parceria da Polícia Militar com a Prefeitura de São Paulo. “Recebam o nosso agradecimento e o nosso reconhecimento aos trabalhos realizados, aos resultados positivos, e, também, pela parceria com a Prefeitura de São Paulo em diversas ações, como a Operação Delegada”, ratificou.

Os sargentos escolheram como paraninfo da turma o desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, Spencer Almeida Ferreira. “Sabemos que o trabalho e o sacrifício foram intensos durante o Curso de Formação de Sargentos. Este é o término de apenas mais uma etapa de uma linda jornada de vida profissional, vocacionada e, acima de tudo, comprometida a servir ao próximo, à sociedade, ao Estado de São Paulo e ao País”, afirmou.

O patrono é o sargento Paulo José de Lima Monteiro. Ele ingressou na Polícia Militar em 1989 e atuou no Corpo de Bombeiros durante 21 anos. Em homenagem à memória do sargento, a turma que se formouhoje leva seu nome. A esposa e familiares foram homenageados pelo secretário adjunto de Segurança Pública, Arnaldo Hossepian Salles Lima Junior, pelo comandante geral da Polícia Militar, Álvaro Batista Camilo, pela comandante da Escola Superior de Sargentos, coronel Eurídice Orpheus Alves de Souza, entre outras autoridades presentes.

Investindo em qualidade
De acordo com o decreto nº 54.911, de 14 de outubro de 2009, de reconhecimento da Lei Complementar Estadual 1.036/2008, todos os cursos da Polícia Militar do Estado de São Paulo são de nível superior. A lei é específica para a PM, dadas as peculiaridades da profissão, de acordo com a Lei de Diretrizes de Base da Educação Nacional (LDB).

Com o reconhecimento, o Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) mudou sua denominação para Escola Superior de Sargentos. A ESSgt conquistou a certificação ISO 9001 em Sistema de Gestão da Qualidade, em 2007; e ISO 14001 em Sistema de Gestão Ambiental, em 2004. Além disso, conquistou o Prêmio Paulista da Qualidade na Gestão em grau bronze por três anos consecutivos – 2007, 2008 e 2009 -, além do Prêmio de Gestão, da Revista Banas Qualidade, nos anos de 2006 e 2007.

Preocupada com a preservação do meio ambiente, a Escola Superior de Sargentos também recebeu o Selo Verde da ONG Ecolméia pelo desenvolvimento de práticas sustentáveis, e o reconhecimento da Secretaria Estadual da Saúde pelo Ambiente Livre de Tabaco.

Dedicação e abnegação
Das 88 mulheres que concluíram o Curso de Formação de Sargentos, está a sargento Ligiane Lucy Gaffo, de 27 anos. Ela ingressou na PM há sete anos e, emocionada, destacou a dedicação e abnegação durante os nove meses de curso. “Estou muito feliz; gosto muito da Polícia Militar. E crescer é sempre muito bom. Lutei muito para conseguir”. Ligiane disse que pretende dar continuidade aos estudos na PM.

O sargento Gilson André Panise, de 45 anos, está entre os 887 homens da turma e ingressou na PM há 20 anos. Atualmente presta serviços no 7º Batalhão de Polícia Militar do Interior (7º BPM/I); e, ao lado dos familiares, explicou que a conclusão do curso foi um grande passo em sua carreira. “É um desafio muito grande; agora é uma nova etapa da minha vida e estou muito feliz”.

Para ingressar
Para participar do Curso de Formação de Sargentos são necessários: ser cabo da Polícia Militar; ter bom comportamento há dois anos; ser aprovado em teste de aptidão física e inspeção de saúde; ter concluído o Ensino Médio; ser motorista habilitado nos termos do Código de Trânsito Brasileiro; ter aptidão em digitação; e ter nos últimos quatro semestres conceito considerado no mínimo dentro do esperado para a função.

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. PM forma segunda turma de tecnólogos em polícia
  2. PM reforça policiamento com 1.222 novos soldados
  3. Seleção concorrida aprova 2 mil homens no concurso de soldado
  4. Polícia Militar forma sua primeira oficial para a Tropa Montada
  5. Tropa de elite da PM paulista forma 16 policiais

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *