12
julho
2011
22:02

Polícias intensificam segurança para taxistas

Logo após reunião com líderes de cooperativas de taxistas, realizada na manhã desta terça-feira (12), no Palácio dos Bandeirantes, o secretário da Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, anunciou medidas para garantir a segurança dos taxistas. O policiamento será reforçado, principalmente em grandes avenidas da zona sul e nas marginais, com unidades especializadas da Polícia Militar como as Rondas Ostensivas com o Apoio de Motocicletas (Rocam), Força Tática, as Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), além do policiamento da área. Também será aberto um canal direto de comunicação entre os taxistas e a Polícia Militar.

Ferreira Pinto explicou que serão feitas reuniões constantes com os taxistas para planejar o reforço no policiamento e dar mais tranquilidade e condições de trabalho para eles. “Vamos criar algumas situações, de aviso imediato, com o Copom e o Cepol (Centro de Operações da Polícia Civil), para que haja uma rapidez na apuração e repressão desses crimes. Assim, haverá uma intervenção mais imediata”.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Álvaro Camilo Batista, que participou da reunião, ao lado do secretário, informou que “será aberto um canal direto de comunicação com os taxistas e o Copom, seja por meio das cooperativas ou mesmo diretamente com o profissional”. Desse modo, as ligações dos taxistas serão identificadas imediatamente.

Resultados

O secretário Ferreira Pinto afirmou que esse reforço na segurança dos taxistas será feito diariamente em todos os horários. “Com certeza, nós vamos fazer um policiamento mais eficiente daqui pra frente”, garante.

A Polícia Civil já prendeu um dos suspeitos de ter matado um taxista, durante assalto ocorrido no sábado (9), na Vila Santa Catarina, zona sul da Capital. “Nós já conseguimos identificar os autores desse latrocínio. Um deles já está preso. Os outros dois também serão presos, com certeza. Foi uma pronta resposta da Polícia Civil”, afirmou Ferreira Pinto.

O secretário alerta sobre a importância dos profissionais estarem em contato diretamente com a PM, denunciando ações suspeitas. “Os taxistas podem nos ajudar comunicando todos os casos de pessoas suspeitas para que haja uma intervenção mais imediata”.

Operação Cavalo de Aço

Outra medida adiantada pelo coronel será a realização, todas as semanas, da Operação Cavalo de Aço, que aumentará o policiamento das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam), principalmente nas marginais. Será uma operação “contra o infrator de moto, não contra os motociclistas”, observa o comandante. “Peço aos motociclistas e também aos taxistas que entendam que essas abordagens serão para proteger o cidadão de bem”.

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Chefes das polícias Civil e Militar destacam investimentos em segurança
  2. Segurança nas eleições será garantida por 58 mil PMs
  3. Taxistas reclamam da falta de segurança na Zona Sul de SP
  4. SSP garante que presídios irão absorver presos nas delegacias
  5. Operação Carnaval reforça segurança para garantir folia

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *