04
janeiro
2012
15:22

Ponto Frio obriga cliente a fazer cadastro na loja para realizar venda de produto

Quantas vezes você recebeu uma correspondência de uma empresa desconhecida. Como, então, conseguiram seus dados? Por causa do comércio de venda de cadastros atualizados, que deve render uma ótima receita às empresas.

Por isso não faço mais cadastro e cartões para descontos em lojas. No Ponto Frio acima, no shopping Frei Caneca, eles implantaram um sistema no computador que enquanto o vendedor não preencher todos os dados do cliente a venda fica impedida de ser feita.

Tentei comprar um produto e não consegui. A gerente alegou que precisava do cadastro completo para a nota fiscal. Aleguei que o nome e CPF seriam suficientes. Para que a minha data de nascimento, por exemplo, na nota. Aliás, nunca vi uma data de nascimento em uma nota fiscal!

Final da história: a loja preferiu perder a venda e o cliente. Uma total falta de respeito e consideração com o cliente em um mês considerado fraco para o comércio. Gostaria de uma resposta do Ponto Frio!

Reclamações e sugestões podem ser encaminhadas ao cury63@terra.com.br.

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. “Loja Leroy Merlin de São Caetano entrega produto quebrado”, reclama internauta
  2. Sites de comércio eletrônico cobram para agendar entrega em São Paulo
  3. Leroy Merlin atrasa entrega, não dá satisfação e não reembolsa cliente
  4. Mais uma da loja Saraiva
  5. Restaurante Arábia Villaboim superfatura conta de cliente. A casa divulga uma explicação.

Seu email nao sera divulgado.
Campos obrigatorios marcados com *