01
junho
2012
08:31

Revista que ataca PT por caso Celso Daniel é apreendida em SP

Revista traz em sua matéria de capa caso Celso Daniel e associa petistas à esquema de corrupção. Foto: ReproduçãoRevista traz em sua matéria de capa caso Celso Daniel e associa petistas à esquema de corrupção
Foto: Reprodução

A publicação desta semana da revista Free,que traz em sua matéria de capa uma reportagem sobre um suposto esquema de corrupção comandado pelo PT, que teria relação com o assassinato do então prefeito de Santo André, Celso Daniel, em 2002, teve vários exemplares apreendidos nesta quinta-feira, em Mauá.

Devido ao fato, os diretores da publicação registraram um boletim de ocorrência – divulgado no Facebook da publicação – no 1o. distrito de Mauá pelos diretores da Revista Free SP após a constatação de abuso de poder por parte do secretário Carlos Tomaz na apreensão de revistas e de um carro da distribuição.

De acordo com a matéria apresentada na revista – distribuída gratuitamente no metrô de São Paulo e nas regiões próximas às estações -, cuja chamada de capa tem como título “Muito além da morte”, a organização do esquema criminoso, que atualmente seria comandado pelo prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, teria como objetivo manter o PT no poder.

Em nota, o diretório estadual do PT em São Paulo rebateu o conteúdo da revista, classificando-o como leviano. O partido criticou a exploração do caso Celso Daniel, cujo assassinato já foi esclarecido pela polícia sem remeter a questões político partidárias, segundo a direção petista.

“Quanto ao festival de calúnias e difamações, o PT paulista está tomando todas as providências legais cabíveis e os responsáveis responderão pelos seus atos”, termina a carta.

A ação teria caráter político uma vez que a prefeitura da cidade é comanda pelo PT.

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Denunciado por Veja como “robô” contra a revista, perfil cancela conta no Twitter
  2. Sócia de restaurante nega racismo em caso envolvendo criança em SP
  3. Após gafe sobre Senna, Tiago Leifert ataca ‘paladinos do jornalismo’
  4. ‘Gostava da atenção’, diz professora presa por mandar fotos nuas a alunos
  5. Editora Três nos encaminha resposta evasiva e não esclarece golpes aplicados na praça