04
março
2011
18:59

Transitar na faixa exclusiva de ônibus e excesso de velocidade são as autuações que mais cresceram em 2010

Com objetivo de reduzir as mortes em conseqüência dos acidentes e garantir mais segurança e fluidez ao trânsito e ao transporte público, a Prefeitura de São Paulo vem implementando, desde 1997, um amplo programa de expansão na estrutura dos equipamentos eletrônicos de fiscalização. Os investimentos realizados pela Secretaria Municipal de Transportes ao longo dos últimos anos e o retorno do Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran) têm proporcionado uma fiscalização mais eficiente e precisa, ao mesmo tempo em que libera os agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) para dedicaram maior parte de sua atenção à organização e segurança do trânsito.

De acordo com o balanço de multas aplicadas em 2010, pelo segundo ano consecutivo, os dois tipos de infrações que mais cresceram foram transitar na faixa exclusiva de ônibus e excesso de velocidade. Ao longo de todo o ano passado, foram aplicadas 6.974.682 multas de trânsito na cidade de São Paulo, quantidade 11,52% superior à de 2009, quando 6.254.256 multas foram emitidas.  De 2009 para 2010, a frota registrada de veículos na Capital cresceu 8,7%. 

Invadir a faixa exclusiva de ônibus gerou, em 2010, a aplicação de 277.974 autuações, quantidade 44,22% superior à registrada em 2009. Já o excesso de velocidade provocou 1.950.111 multas ao longo do ano, o que representa um crescimento de mais de 26,77% em relação às autuações do mesmo enquadramento em 2009. 

Infração 2009 2010 Variação
Invadir faixa exclusiva de ônibus 192.745 277.974 44,22%
Excesso de velocidade 1.538.294 1.950.111 26,77%

Redução da lentidão
Prova de que as medidas promovidas pela Secretaria Municipal de Transportes – como a ampliação na estrutura de fiscalização eletrônica, restrição ao tráfego de caminhões em vias importantes da cidade e a redução de velocidade para os veículos pesados nas marginais Tietê e Pinheiros, por exemplo – trouxeram resultados altamente positivos é que, além de garantir mais segurança aos motoristas e pedestres, os índices de lentidão registrados também vêm caindo ao longo dos últimos anos.

Mesmo com o aumento significativo da frota registrada de veículos, que ultrapassou os 6,9 milhões de veículos em dezembro de 2010, a lentidão média registrada nos horários de pico (manhã/tarde) em 2010 ficou em 99 km – a mais baixa registrada desde 2007.

 

ANO

Média das lentidões dos horários de pico Frota registrada no Detran-SP
2007 109 km 5.621.049
2008 115,6 km 5.989.234
2009 107,5 km 6.396.088
2010 99 km 6.954.750

Também é importante lembrar que a CET tem feito constantes investimentos em recursos humanos e na qualidade e quantidade de veículos disponíveis para a operação de campo e gestão do trânsito da Cidade. Entre 2007 e outubro de 2010, o número de agentes de trânsito passou de 1.866 para 2.450. 

Para agilizar o atendimento às principais ocorrências, a CET renovou sua frota de veículos. Desde 2006, foram adquiridos 984 novos veículos. Atualmente a frota é de 1.088 viaturas, entre automóveis, motocicletas, furgovans, pick-ups, caminhões e guinchos. Com a modernização e renovação, o tempo de deslocamento das viaturas e a remoção de interferências nas vias caiu de 12,5 minutos em 2007 para 10,6 minutos em 2010. 

Atualmente, a cidade de São Paulo possui 547 radares em operação aptos a fiscalizar rodízio, excesso de velocidade, avanço de semáforo, invasão de faixa exclusiva de ônibus, ZMRC/ZMRF, parada sobre a faixa de pedestres, conversão proibida e inspeção veicular ambiental.

Desde dezembro do ano passado, os 193 radares equipados com Leitura Automática de Placas (LAP) também estão aptos a fiscalizar os veículos que não realizaram a inspeção veicular ambiental. 

Principais autuações

Em relação a 2009, os cinco tipos de infração mais autuadas permaneceram os mesmos: rodízio municipal de veículos, excesso de velocidade, estacionamento proibido, telefone celular e avanço de semáforo vermelho. Juntos, esses cinco enquadramentos responderam por 82% das multas aplicadas em 2010.

Caminhões

A Secretaria Municipal de Transportes vem implementando uma série de medidas  para tornar o trânsito da cidade cada vez mais seguro, entre elas a regulamentação ao tráfego de caminhões na cidade de São Paulo. Desde 2008, existe a restrição ao tráfego de veículos pesados em uma área de 100 km² do centro expandido, a Zona Máxima de Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC), que impede que esses veículos transitem dentro dessa área das 5h às 21h. Em 2010, a proibição se estendeu também a outras importantes vias da capital, como a Marginal Pinheiros, as avenidas dos Bandeirantes, Jornalista Roberto Marinho e as algumas ruas e avenidas do bairro do Morumbi.  

Além disso, também houve implantação de redução de velocidade para o tráfego de veículos pesados na pista expressa da Marginal Tietê e na Marginal Pinheiros. Nas duas vias, o limite de velocidade foi reduzido de 90 km/h para 70 km/h.

Em 2010, foram registradas 245.680 autuações por circular em local e/ou horário não permitido. Em 2009, esse enquadramento gerou 188.970 autuações. É importante destacar que esse tipo de infração começou a ser fiscalizado pelos radares a partir de julho de 2008.  
 

Fretados

Em 2010, foram emitidas 36.019 autuações por desrespeito à regulamentação de transporte fretado, enquadramento que só passou a valer a partir de julho de 2008. No ano anterior, o desrespeito às regras de circulação aos fretados provocaram 34.931 multas.
 

Quem multou

Ao analisarmos a origem das multas, os números comprovam que, mais uma vez, os equipamentos de fiscalização eletrônica foram os responsáveis pelo maior número de autuações, deixando os agentes de trânsito da CET liberados para dedicarem mais tempo na organização e segurança do trânsito.

Das 6.974.682 autuações emitidas em 2010, 4.322.874 (62%) foram registradas por equipamentos eletrônicos, 1.907.697 (27,3%), pelos agentes da CET e 744.111 (10,7%) por policiais militares.
 

  2009 2010
Equipamentos 54% 62%
Agentes CET 35% 27,3%
PM 11% 10,7%

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Exclusivo: motorista transita na contramão de direção em plena faixa exclusiva de ônibus
  2. Prefeitura triplica multas por calçadas danificadas em São Paulo
  3. Faixa de pedestres serve como enfeite de solo, em São Paulo
  4. Mais de 1.500 GCMs atuarão durante o Carnaval 2011 em São Paulo
  5. Sabesp identifica mais de 12 mil fraudes na rede de abastecimento da Grande São Paulo