13
novembro
2010
09:32

Vídeo Guerrilha termina na noite de hoje, em São Paulo; Assistam a minha participação

 

Não se assuste se, em meio ao burburinho de casas noturnas e bares, as paredes dos prédios da região do Baixo Augusta forem invadidas por imagens psicodélicas neste fim de semana.

Até hoje, a rua é palco do Vídeo Guerrilha, espécie de festival de artes visuais que terá projeções de fotos e vídeos das 20h às 4h nas paredes de sete edifícios.

Veja galeria de fotos

“A Augusta é um dos lugares mais interessantes da cidade. Era um espaço de prostituição, está virando um grande polo de entretenimento. Queremos chamar a atenção para isso”, diz o VJ Alexis Anastasiou, idealizador do evento.

Intervenções urbanas com vídeo não são exatamente uma novidade em SP. Só a Visualfarm, produtora de Alexis que organiza o evento, já fez mais de 20 nos últimos oito anos. “Mas nenhuma foi tão extensa. É o nosso projeto mais ambicioso”, diz o VJ.

Cerca de 80 artistas de todo o Brasil terão seus vídeos exibidos, além dos quatro coletivos que participam da programação.

Aos longo das 24 horas de imagens, várias técnicas de projeção serão exploradas, como o grafite virtual –em que o desenho é criado digitalmente e projetado na parede– e a projeção mapeada _que exibe imagens em superfícies com relevos diferentes sem distorções.

O público também poderá participar. No edifício Rio Negro, na r. Augusta, 541, a instalação Agigantador de Pessoas vai permitir que os passantes vejam a sua própria imagem refletida na fachada, em tamanho gigante.

Folha Online

Recomendo estes outros conteúdos:

  1. Confira onde estão os novos radares que multam à noite em SP
  2. 34ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo
  3. Faixa de pedestres serve como enfeite de solo, em São Paulo
  4. CDHU viabiliza assistência técnica para auxiliar movimentos de moradia a participarem do Programa “Minha Casa Minha Vida – Entidades”
  5. O Procon pediu um fechamento temporário de 12 horas para 11 supermercados em São Paulo